Como melhorar um dia ruim; veja as dicas

Se você não está em um dia bom, fique tranquilo. Existem formas de melhorar um dia ruim. Confira a seguir as dicas e as coloque em prática agora mesmo.

Dias ruins acontecem com todo mundo e parece que nesses dias tudo resolver dar errado. Tem trânsito quando você já está atrasado para o trabalho, seu chefe está estressado, o projeto que era para ser entregue hoje não ficou pronto… Porém, não é porque um dia já começou diferente do que você planejou que ele precisa estar fadado ao fracasso. Veja a seguir algumas dicas essenciais de como melhorar um dia ruim.

5 dicas para melhorar um dia ruim

1) Faça um exercício de respiração

Talvez você esteja muito ocupado, sem tempo para nada. Mas ainda há uma coisa que você pode fazer para trazer vibrações tranquilas para esse dia agitado: respirar. Por mais simples que isso possa parecer, a técnica é uma ótima forma de acalmar sua mente.

A Harvard Medical School recomenda um exercício simples para praticar a respiração profunda. Sentado ou deitado, simplesmente pratique a respiração pelo diafragma. Isto é, permita que a sua barriga e o seu peito se elevem ao encher os pulmões de ar. Se você estiver respirando profundamente, seu estômago se expandirá para fora. Você pode praticar isso por alguns minutos agora, fechando os olhos e respirando conscientemente para se sentir mais relaxado e revigorado.

2) Pratique um ato de gentileza

Pesquisas descobriram que cuidar dos outros e praticar atos de bondade ajuda as pessoas a viverem mais e melhora a felicidade delas a curto prazo. Assim, portanto, se o seu dia não estiver bom, reserve alguns minutos para ajudar alguém. Esse ato pode ser pequeno, contudo, pode fazer a diferença no seu dia e no de outra pessoa.

3) Seja grato

Pesquisas já constataram que a prática da gratidão nos torna mais felizes e saudáveis. Em um estudo, os participantes que escreveram uma frase sobre o porque eram gratos por cada dia não apenas relataram maior felicidade do que os participantes que escreveram sobre seus aborrecimentos, como também se exercitaram mais e relataram menos visitas ao médico.

Transforme o seu dia, parando por alguns minutos para listar motivos pelos quais você é grato. Quer seja a sua saúde, a sua família, o seu cachorro ou o trabalho. Se você quiser intensificar essa prática, experimente escrever uma nota de agradecimento a alguém em sua vida e envie-a ou entregue-a pessoalmente ainda hoje.

4) Se desconecte do seu telefone por algumas horas

Uma pesquisa recente sobre o uso de smartphones por adolescentes revelou que muito tempo navegando pelas redes sociais pode nos deixar deprimidos. Isso acontece devido a diversos motivos, como, por exemplo, a expectativa de disponibilidade constante até a auto-comparação.

Pode ser difícil se desconectar um dia inteiro ou até mesmo um final de semana. Porém, podemos optar por cultivar melhores hábitos no telefone em geral. Podemos, por exemplo, desligar nossos telefones para dormir, ativar o modo “não perturbe” ou mantê-los longe da cama.

Além disso, que tal experimentar ficar off por alguns momentos do dia, como, por exemplo, enquanto você vê um filme ou está em algum evento do seu interesse? Você pode também criar uma regra restrita de não usar o celular enquanto conversa ou janta com outras pessoas.

Quer melhorar um dia ruim agora mesmo? Experimente deixar o telefone para trás e dar um passeio pelo quarteirão. Observe as coisas ao seu redor: como as árvores se parecem? Algum cheiro agradável ou diferente?

Em uma escala ainda menor, tente não alcançar seu telefone quando tiver um minuto de inatividade, como em um elevador ou esperando na fila, por exemplo. Use esse tempo, em vez disso, para estar presente em seu ambiente. O mundo real também pode ser bastante interessante.

5) Mantenha uma boa rotina de sono

A falta de sono pode diminuir suas habilidades cognitivas, torná-lo um motorista terrível, diminuir sua imunidade, ter um efeito negativo geral sobre sua saúde mental e fazer você se sentir infeliz. Dormir o suficiente, por outro lado, melhora a memória, aguça a atenção, melhora o metabolismo e faz com que você se sinta bem melhor com a vida.

Essa dica, portanto, pode não melhorar um dia ruim na hora que ele estiver acontecendo, mas pode previnir que esses dias ocorram com frequência, já que você vai estar descansado.

Atitudes que te impedem de seguir em frente: o que fazer? Confira no FalaFreud

6) Escute uma música

Um dos inúmeros benefícios de escutar música é aliviar a ansiedade e promover o bom humor. Então por que não melhorar um dia ruim com música? Coloque uma música que você adora para tocar. Opte por aquelas que te fazem se sentir bem, de preferência uma opção bem animada. Aproveite para relaxar e manter sua mente no momento presente.

Fonte:https://www.talkspace.com/blog/2018/08/5-ways-turn-day-around-now/#more-10574

FalaFreud

Quem tem uma agenda cheia sabe como é difícil marcar uma consulta e conciliar horários pessoais com o do profissional. Porém, por ser online, fica muito mais fácil para o psicólogo conseguir te atender em horários flexíveis. Você pode, por exemplo, fazer terapia de manhã bem cedo ou até tarde da noite – coisa que no consultório é bem difícil de acontecer.

Clique abaixo para baixar o FalaFreud e agendar sua primeira sessão.

Depressão ou tristeza? Veja como diferenciar

Identificar se é depressão ou tristeza não costuma ser fácil. Pensando nisso, preparamos uma lista com dicas para diferenciar uma coisa da outra.

Apesar de compartilharem sintomas parecidos, a depressão e a tristeza nunca devem ser vistas como a mesma coisa. Enquanto a tristeza é passageira e comum a todos os seres humanos, a depressão é um transtorno que precisa ser tratado com seriedade. Veja a seguir a diferença e descubra se é depressão ou tristeza.

Um dos principais fatores utilizados por profissionais da área para diferenciar ambos os sentimentos é com relação ao tempo de duração dos sintomas. Uma tristeza só pode ser considerada depressão, caso os sinais sejam recorrentes e estejam presentes a pelo menos duas semanas.

Além disso, é preciso ter em mente que alguns sintomas de depressão aumentam com o tempo e podem não ser identificados no primeiro momento. Veja quais são os sintomas “escondidos” por trás da depressão:

Irritabilidade frequente

Muitas pessoas não associam à raiva com a depressão e ignoram esse sentimento. Porém, o que elas não sabem é que este é um sintoma muito frequente do transtorno. Assim, se você se sente irritado constantemente, saiba que este pode ser um indício de depressão.

Dor crônica

É comum vermos casos de pessoas deprimidas com dores crônicas. Em muitos desses casos, a dor não responde à medicação e o paciente tenta de tudo, sem êxito. Porém, a causa pode estar na depressão e para isso será preciso primeiro tratar esse transtorno para depois tratar a dor.

Uso de álcool

Pergunte a si mesmo se você vem bebendo mais de uns tempos para cá e se isso faz você se sentir pior depois que o efeito da bebida passa. Apesar das pessoas terem a ideia errônea de que beber acalma, o álcool, na verdade, potencializa os sentimentos. Por isso, caso você esteja deprimido, o álcool pode agravar a tristeza.

Portanto, não tente tratar algum problema ou sentimento com a bebida alcoólica, pois isso pode ser ainda pior. Nesses casos, o melhor a se fazer é procurar ajuda de um psicólogo.

Mudança no apetite e no peso

Uma das formas de diferenciar se é depressão ou tristeza é observar se o seu peso mudou rapidamente nas últimas semanas. Qualquer alteração não intencional de mais de 5% do seu peso corporal em um mês – seja para mais ou para menos – quando junto com outros sintomas, pode ser mais um sinal de depressão. Você pode ter perdido seu apetite ou estar descontando seu sofrimento na comida, comendo mais do que precisa.

Mudança de hábitos

Sua tristeza está afetando seu dia a dia? Preste atenção se sua rotina diária mudou – em casa, na escola, no trabalho ou com amigos. Veja se as situações que antes costumavam te trazer alegria ainda continuam trazendo. Como está sua motivação para realizar as tarefas diárias?

Indecisão

Você anda com dificuldade em tomar decisões? É muito comum que pessoas deprimidas não consigam fazer escolhas, uma vez que a depressão pode retardar os pensamento e tornar difícil saber o que se quer.

Culpa

Você vive se culpando pelas coisas que acontecem? Esta sempre se sentindo uma pessoa ruim? A culpa contínua ou extrema é um dos sintomas menos conhecidos da depressão. Normalmente, pessoas deprimidas tendem a se cobrar demais e qualquer coisa é motivo para que elas se coloquem para baixo.

Imunidade baixa

Outro sintoma que poucas pessoas sabem, mas que pode estar relacionado com a depressão é a baixa imunidade. Perceba se você tem ficando doente com mais frequência. A depressão enfraquece a imunidade.

Doença cardíaca

A depressão pode agravar doenças cardíacas, uma vez que contrai os vasos sanguíneos e aumenta os perigos em casos de ataques cardíacos. Além disso, o contrário também pode acontecer: a doença cardíaca também pode levar à depressão.

Baixa libido

Outra dica para você identificar se é depressão ou tristeza é observar sua libido. Você perdeu o interesse em sexo? Problemas em seu relacionamento podem derivar da depressão – ou contribuir para isso – e sem o sexo as coisas podem ficar piores ainda para a relação.

A partir das dicas acima, você conseguirá saber se os sintomas estão mais próximos da depressão ou da tristeza. Porém, lembre-se que para ter o diagnóstico correto, você precisará procurar um profissional da área de saúde. É muito importante consultar um terapeuta e um psiquiatra para avaliar a necessidade de medicamentos e traçar o caminho ideal para o tratamento.

Assim que identificar alguns dos sintomas de depressão, procure um profissional o mais rápido possível, antes que problemas mais graves como beber, sentir dores ou conflitos com outras pessoas saiam do seu controle.

Fonte:https://www.psychologytoday.com/intl/blog/open-gently/201810/are-you-depressed-or-just-down

Quer saber mais sobre o assunto? Faça o teste de depressão no FalaFreud |Veja como superar a depressão |  Ansiedade e depressão ao mesmo tempo: Como tratar? |

Quem tem uma agenda cheia sabe como pode ser difícil marcar uma consulta e conseguir conciliar seus horários pessoais com o do profissional. Porém, por ser online, fica muito mais fácil para o psicólogo conseguir te atender em horários flexíveis, como, por exemplo, de manhã bem cedo ou até tarde da noite – coisa que em um consultório é bem difícil isso acontecer.

Clique abaixo para baixar o FalaFreud e se conectar com um dos nossos psicólogos.

Teste de depressão: é tristeza ou depressão?

De uma maneira geral, os sintomas de depressão se confundem bastante com sintomas de outras doenças. E saber qual a diferença entre um quadro de tristeza e um caso real de depressão não é a tarefa mais simples do mundo. E verdadeira depressão difere da tristeza em dois pontos-chave, veja no Blog do FalaFreud.

Confira o teste de depressão preparado por nossos especialistas e veja se você sofre com o transtorno.

De uma maneira geral, os sintomas de depressão se confundem bastante com sintomas de outras doenças. Por isso, saber qual a diferença entre um quadro de tristeza, por exemplo, e um caso real de depressão não é a tarefa mais simples do mundo. Faça o teste de depressão e veja se você tem os sintomas do transtorno.

Este é um teste de depressão online, preparado por especialistas da área de saúde, que analisa se os sintomas mais comuns do transtorno estão presentes.

Porém, atenção: Independente do resultado do teste de depressão, é  fundamental procurar ajuda de um especialista para fechar um diagnóstico.

Clique no botão abaixo para iniciar o teste de depressão

Continue lendo “Teste de depressão: é tristeza ou depressão?”