Arte na terapia: Uma forma de enfrentar a depressão.

arte terapia contra Depressão

A arte é uma ferramenta importante no processo da terapia, principalmente nos casos de depressão.

Ela pode ser usada para expressar o que estamos sentindo, além de despertar nosso poder criativo, que muitas vezes inibimos durante a vida.

Todos os seres humanos precisam falar, expressar seus sentimentos.

Mas muitas vezes, temos dificuldade em dizer como estamos nos sentindo. Não é verdade?

O indivíduo que tem depressão costuma guardar algumas emoções, sem elaborar isso de forma assertiva. E a arte pode ser um caminho de expressão daquilo que está guardado.

Por esse motivo, é muito eficaz no tratamento da depressão e pode gerar excelentes resultados, sendo usada na expressão de sentimentos, pensamentos, ideias, fantasias e traumas mal elaborados.

A arte estimula o indivíduo ao autoconhecimento, o que facilita o processo de cura.

 

Existem vários tipos de manifestações da arte, seja por desenho, pintura, música, poesia, teatro, dança, escultura, etc.

Vários artistas famosos como Van Gogh e Leo Tolstoy, apresentavam quadros de depressão. E atualmente existe um jovem fotógrafo, chamado Christian Hopkins que usou a fotografia como forma de expressão e de enfrentar a depressão.

Uma dica para quem quer começar a usar a arte na expressão de suas emoções, escrever e desenhar está ao alcance de todos e é um bom começo.

Expressar como está se sentindo através desses recursos, pode trazer alívio e gerar mais consciência de si mesmo.

Aproveite as dicas, experimente e nos conte como foi a experiência!  

Leia também nosso teste de depressão e não esqueça que estamos aqui para te ajudar.

 

Dayane Costa Fagundes
Terapeuta

 

FalaFreud é o melhor caminho para a terapia de forma fácil, acessível e conveniente para aqueles que procuram uma vida melhor. Você pode se conectar com um terapeuta do conforto e privacidade da sua casa usando o seu smartphone, baixe o nosso aplicativo em http://www.falafreud.com/ e converse hoje mesmo com um terapeuta.

 

Credito Foto: Alice Achterhof