Psicopata e Sociopata: quais as diferenças e características?

Filmes, séries e documentários estão recheados de histórias que trazem personagens com traços de psicopatia ou sociopatia. Apesar da ficção tratar de forma constante essas pessoas, não se deve esquecer que elas realmente existem.

A questão é que muitas vezes você pode confundir uma coisa com a outra. Contudo, isso é normal porque os dois compartilham características relacionadas a transtorno de personalidade antissocial.

Além disso, alguns dos primeiros sinais dessa condição podem ser o egocentrismo, falta de empatia, hostilidade, espírito de manipulação e impulsividade. Mas vale ressaltar que a psicopatia é uma forma muito mais severa da sociopatia.

Portanto, sociopatas não são necessariamente psicopatas. Entretanto, todo psicopata é um sociopata. Acompanhe o texto para ver mais diferenças entre os dois tipos.

Falta de consciência

A principal característica que diferencia o sociopata do psicopata. Enquanto o primeiro é capaz de sentir remorso e culpa, o segundo não. Ele se isenta de qualquer sentimento desse nível.

Manipulação do psicopata

O poder da manipulação é um dos pontos-chave para os psicopatas serem extremamente charmosos e carismáticos. Calculistas a todo momento, eles também conseguem manter o controle emocional e físico. Isso dá a oportunidade deles manterem um comportamento aparentemente equilibrado.

Na contramão, os sociopatas não são organizados e propensos a cometer crimes

espontaneamente. Ou seja, neste ângulo, eles se tornam um pouco mais “normais em comparação com os psicopatas.

Construção de relacionamento dos sociopatas

Outro ponto para avaliar é que sociopatas têm a capacidade de construir ligações emocionais profundas: fazer amizades, ter família. Já o psicopata é incapaz de realizar o mesmo, devido à falta de empatia.

O cérebro do psicopata

Diferente de outros indivíduos, o cérebro de um psicopata age de forma singular. Isso se torna claro na seguinte situação: quando as pessoas “normais” encontram violência, a frequência cardíaca aumenta e suas mãos começam a suar.

Enquanto isso, o psicopata tem a reação oposta, pois ele fica mais calmo. Essa característica auxilia no envolvimento a comportamentos de risco e também criminosos, já que eles não têm medo das consequências de seus atos.

Ajuda profissional

Felizmente, há tratamento para transtorno de personalidade antissocial. O ideal é buscar a ajuda certa para as necessidades de cada um. Aqui no FalaFreud, você pode conversar com um dos psicólogos disponíveis, sem sair de casa e na hora que preferir.

Com a terapia online é possível investir num tratamento seguro e simples. Basta entrar em contato com os psicólogos e iniciar o seu acompanhamento.

Saiba tudo sobre transtorno de personalidade antissocial

Você já conheceu alguma pessoa que se relaciona com as outras com o intuito de explorá-las? Essas atitudes disfuncionais podem ser geradas por diversos problemas, como é o caso do transtorno de personalidade antissocial.

Normalmente as pessoas que apresentam esse transtorno não conseguem distinguir entre o certo e o errado e não têm empatia com o próximo, deixando de lado os sentimentos e direitos da outra pessoa.

A boa notícia é que esse problema pode ser tratado com a ajuda de terapia. Para saber mais informações sobre o transtorno de personalidade antissocial, e como tratá-lo, continue acompanhando o nosso post! 

Continue lendo “Saiba tudo sobre transtorno de personalidade antissocial”