Novembro azul: importância do autocuidado

Quando falamos de autocuidado masculino sempre pensamos em cortar o cabelo, aparar a barba, cuidar do físico e tomar atitudes ligadas a nossa aparência, mas quando foi a última vez que você visitou um médico? 

Cuidar da saúde e estar em dia com os exames é praticar o autocuidado, ainda mais quando as estatísticas apontam que homens tendem a viver menos que as mulheres. No mês de novembro uma campanha é voltada totalmente para o autocuidado masculino, a campanha do Novembro Azul. 

O que é o Novembro Azul?

Novembro Azul é um mês dedicado a prevenção e conscientização do câncer de próstata. Essa campanha chegou ao Brasil inspirada pela “Movember”, uma atitude de amigos australianos que se juntaram para fazer ações de conscientização acerca da saúde masculina. 

Em diversos países do mundo essa campanha, que tem o bigode como símbolo, promove ações para a conscientização desse grave problema.  O Novembro Azul se assemelha muito ao Outubro Rosa, mas por conta da sociedade alguns tabus ainda precisam serem quebrados.

Câncer de Próstata no Brasil 

Doenças que atingem os homens são diagnosticadas de forma tardia e em alguns casos isso pode ser fatal. Por ano no Brasil cerca de 60 mil brasileiros são diagnosticados com câncer de próstata e segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), 95% desses casos são diagnosticados em estado avançado. 

No nosso país 1 a cada 7 homens possuem câncer de próstata, mas podemos relacionar busca por diagnósticos tardios a duas questões: preconceito com o exame e achar que o câncer de próstata é doença de idosos. 

Apesar da maior incidência ser em homens com idade de 65 a 70 anos, houve um aumento significativo desse tipo de câncer em homens de 40 e 45 anos.

Fatores de risco e sintomas

Algumas pessoas devem estar mais alertas, pois existe um grupo de risco que tem mais chances de ter câncer de próstata, são eles:

  • Pessoas acima de 55 anos; 
  • Que possuem histórico de câncer na família;
  • Sobrepeso ou obesidade.

Na fase inicial os sintomas podem ser imperceptíveis, mas quando eles se apresentam geralmente os mais comuns são:

  • Dificuldade de urinar;
  • Sangue na urina;
  • Aumento da necessidade de urinar;
  • Demora para começar e terminar de urinar. 

Tabus e preconceitos 

Como já dissemos antes, um dos grandes responsáveis pelo diagnóstico tardio do câncer de próstata é o preconceito. Muitos homens se recusam a fazer o exame de toque retal, que é o meio mais seguro para identificar possíveis tumores, por conta de piadas da sociedade ou por encarar isso como diminuição da masculinidade. 

Esses preconceitos devem ser enfrentados e desconstruídos, pois como qualquer outro tipo de câncer, o câncer de próstata também mata. Se cuidar é um ato de amor e responsabilidade com você e com todos aqueles que o cercam. 

Se necessário busque o auxílio de profissionais da psicologia, que podem te ajudar a desconstruir crenças limitantes. E caso algo venha a ser confirmado o apoio psicológico pode te auxiliar durante o tratamento.

Como prevenir

Levar um estilo de vida saudável é a melhor maneira de se prevenir do câncer de próstata, por isso, cultive hábitos que melhorem sua qualidade de vida, como:

  • Não fumar;
  • Diminuir o consumo de álcool;
  • Realizar exames de rotina; 
  • Alimentação rica em frutas, legumes, verduras e grãos. 

O exame preventivo deve ser feito todos os anos a partir dos 50 anos de idade ou segundo as recomendações do seu médico. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui