10 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia !
    Me chamo Elennicy , tenho 40 anos , e estou passando por um momento dificil no meu casamento , chegamos ao ponto de nos separmos no momento , estavamos casados a 11 anos , mas de uns 5 anos pra cá o nosso relacionamento desmoronou , acho que por que ele não trabalhava desde o início do nosso casamento , só vivia de bicos, mas eu sempre tentei incentivá-lo por mais que dificuldade fosse grande, e sempre tinha esperança que ele fosse mudar , mas isso não ocorreu . E eu sempre tentei ser o esteio da casa , a provedora , a mulher, a amiga , a amante, mas como eu citei lá em cima de uns 5 anos pra cá , tudo mudou , comecei a me sentir muito sozinha ( nós não conseguimos ter filhos) e acabei conhecendo outos homens nas redes sociais, com os quais me envolvi virtualmente , deixando que eles me iludissem com falsas promessas, enfim ele descobriu e houve brigas e ameaças e a nossa vida virou um inferno, do qual eu me sentir sufocada e acabei o deixando e morar com meus parentes , estamos separados a alguns meses , mas eu ainda tenho um sentimento por ele e ele por mim , mas tenho medo de me decepcionar e não dar certo (agora ele está trabalhando num emprego fixo) . O que eu faço ? Me orientem por favor ?

    • O que vc perde por tentar denovo? Siga o seu coração e deixe o amor entrar novamente. Nao existe nada errado e nem proibido no amor. Passe a pensar no positivo. Em tudo que podem fazer juntos e sempre em coisas boas. Pensar negativo não vale a pena. Para nada. Amar é um dos melhores sentimentos que o ser humano tem. Não perca tempo pensando no que pode dar errado. Foque no que você deseja e como deseja que aconteça e siga em frente. Desejo que sejam eternamente felizes.

  2. Quando tinha 15 anos comecei a namorar um rapaz, meu primeiro namorado no qual perdi a virgindade, namoramos por 3 anos e terminamos por conta de brigas frequentes, e uma traição por parte dele, fiquei desiludida e conheci outro rapaz com quem acabei dormindo, após 9 meses terminados nós resolvemos voltar, porém nos dois, principalmente ele, não consegue superar o fato de eu ter ficado com outro homem, a terapia ajudaria a resolver essa situação? Faz 5 meses que voltamos, o relacionamento é maravilhoso, porém tem dias que ele acorda estranho comigo por ter tido pesadelos relacionados a isso

    • Ele está com ciúmes de um relacionamento que vc teve separada dele? Vc acha mesmo que ele passou 9 meses longe de vc e sem fazee sexo? Isso que ele faz é puro machismo e tortura psicológica.
      Se imponha e diga que se ele realmente quiser ficar com vc ele tem que superar isso ou então vc que não vai querer.
      Se ele não aceitar, melhor pra vc que se livrou dessa manipulação.
      Você é muito jovem pra se torturar por tão pouco.
      De seu coração e confiança a quem merece.

  3. Olá, estou pensando em buscar a terapia de casal. No meu caso sou lésbica e estou nesse relacionamento há quase 4 anos, apesar de no início ela sempre insistir mais para tornar nosso relacionamento sério ( eu resisti um pouco pq tinha acabado de sair de um namoro de 2 anos) sempre percebi que as falas dela nunca condiziam com a prática. Eu sempre senti q eu sempre me doei mais, cuidei mais, amei mais e respeitei mais. Eu sempre tive pavor a casamento, morar junto etc, mas ela me convenceu a morar com ela, me pediu em casamento e tal. Eu aceitei, mas comecei a achar ela.muotk.estranha durante um tempo, ela tinha muitas amigas e eu nunca fui ciumenta, porém comecei a desconfiar de umas amigas dela. E eu era vista como paranóica e ciumenta por isso. Depois as coisas ficaram ruins financeiramente para ela e ela acabou dependendo de mim por um tempo, percebi q ela se afastou de certas amigas e começou a me tratar melhor. Um tempo depois acabei descobrindo q ela me traiu diversas vezes com pessoas q eu convivia q se diziam amigas dela, frequentavam minha casa e tudo. Incluive ela chegou a namorar sério com outra enquanto estava comigo. Meu mundo caiu! Na mesma semana q descobri isso a mãe dele descobriu um câncer de pulmão eu tive q guardar a minha dor para cuidar da dela. Já morávamos juntas nem eu nem ela tínhamos para onde ir pq dividimos as contas e tudo e a mãe dela faleceu 2 meses depois e eh me senti na obrigação de ficar com ela mesmo estando muito magoada. Só q vivemos como se não estivéssemos em uma relação amorosa, eu não confio mais nela e ela ainda se acha no direito de exigir fidelidade. Mesmo sem ter mais nada sexualmente falando com ela nem eu nem ela ficamos com outra pessoa ( que eu saiba) e isso já fez 1 ano. E eu não consegui seguir minha vida sem ela mesmo com muita mágoa dela e ela TB não segue a vida dela. Hj não tenho muito discernimento do q eu sinto por ela, sinto q ela mudou q ela demonstra me amar, mas não consigo confiar. Penso q ela pode estar agindo de uma forma melhor por medo de ficar sozinha já que as amigas se afastaram dela, as amantes, a mãe morreu, o pai TB e ela é sozinha no mundo. Decidimos buscar a terapia de casal e vê no que dá. Eu só quero permanecer nesse relacionamento se eu conseguir superar a dor da.traicao e se houver respeito de ambas as partes e esse relacionamento nos fizer feliz. Mas é difícil tomar certas decisões depois q vc se entregou por inteiro a uma relacionamento e mesmo magoada parece q há uma dependência emocional muito grande

  4. Bom dia!!!
    Estou em um relacionamento a 10 anos com uma garota que comecei a namorar ela qdo ela tinha 17 anos e eu 21. Tive erros imaturos em varias fazes do relacionamento (como nao dar atencao como deveria, brigar p sair qdo ela nao qria ou podia e etc). Afinal comecamos mto novos e imaturos. Mas sempre a gente foi amadurecendo com o tempo e relacionamento.
    O problema esta no fato de termos terminado 4 vezes nesse período (uma ficamos meses, outra 2 anos separados, uma um ano e a ultima agora em março de 2019 ate agora junho). Assim tds as vezes q chegamos em momentos criticos de tensão, desgaste da relacao, diferencas de pensamento eu peço p nao terminar e ela sempre termina, diz q esta esgotada, me joga sempre erros do passado na cara (msm q a briga seja por outro problema), diz q td q eu faco interfere mto nela, q so perde a cabeca e fica assim comigo, ja chegou a se arranhar de raiva por um momento dela de nao aceitar meu ponto de vista.

    Enfim, sei q tenho erros e sempre busquei ser melhor, mas o q sinto é como se só eu errasse na relação qdo ela fala…. e me falta a segurança na relação, pois diferente de mtos amigos eu sempre quis ficar p sempre com alguém, e oq fico sentindo é q nao posso errar nessa relacao.

    Sei que ela me ama e eu tb a amo mto….. mas talvez ela tenho algum descontrole emocional ou instabilidade.

    E meu medo maior é voltar de vez, agora depois de 3 meses largados (março a junho, período esse que ela saiu pra caramba, devido a noticias de amigos.. e na maior parte desse período fiz cartas, mandei rosas, bolo de aniversario dela….e ela nao quis m ver, dizia q nada daquilo importava depois de largados) e do nd me procurou e disse q a raiva havia passado agora dm junho, pra tentarmos novamente, e pra mim mudar algumas coisas em minhas atitudes

    Me pedi pra fazermos terapia de casal juntos, me diz que foi em psicólogos sozinha.

    E oq todo mundo me fala é q a relacao tende a ficar mais dificil qdo casa, mais estresse e cobranças. E se agora namorando, q é bem mais facil, ja me pedi uma terapia e temos brigas mtas vezes desnecessárias na minha cabeca (asssim como sempre jogar coisas do passado), tenho mto medo de investir nisso, asssim como tenho mto medo de perder a pessoa q pode ser o amor da minha vida e q temos gostos comuns em td

    O que poderia me aconselhar? Vale a pena tentar novamente?

    O que fico triste nessas terminadas é q estou com minha mãe acamada a 3 anos devido ao avc q ele teve e nao voltou a andar. E minha namorada sempre ajudou como pode, fazendo festinha surpresa p minha mae, cozinhando algo p ela em alguns fim de semana, etc.
    Mas nao vi a vontade de pensar em mim nessas cobrancas ou na hr de terminar, msm sabendo a situacao q estou passando e q precisava dela ali, pois td isso me desequilibrou mto.

    E oq minha familia sempre me fala é que eu merecia alguem mais estavél, pra mim pensar bem, pois tem mto medo deu sofrer no futuro.

  5. Bom dia, vou tentar resumir a minha história, eu namoro uma moça a pouco tempo, porém nossos desentendimentos são frequentes, e por coisas tão pequenas que depois que passa eu geralmente não acredito no que houve. Ela é uma pessoa muito explosiva, rancorosa, insensível, e se depender dela em uma discussão fica dias sem conversar e é normal para ela. Percebo que muitas vezes se não for do jeito dela, as coisas não fluem, ela já me pediu para ir em uma amiga que é psicóloga porque eu não gostava de falar o que sentia e preferia ficar emburrado, isso incomodava e fui a amiga psicóloga, e depois de apenas uma consulta a médica disse que eu não precisava estar lá. Após tentar dividir o que eu sentia para não ficar bicudo, começou a surgir problemas, pois a conversa sadia não tinha do lado dela, sempre tinha ironias, risadas em momentos sérios, e falta de respeito. Quando falamos recente sobre dar um passo importante no nosso relacionamento, ela se impôs, e disse que eu deveria ir em outro amigo dela que psicanálise para eu não ser tão sensível, pois certas coisas me deixam triste mas do que o normal segundo ela, percebi que após ela falar isso, que eu devo ser o problemático da relação, percebi que pessoas como eu, que não gritam, que não perdem o respeito, que trata mulher realmente como deve, sendo romântico, cavalheiro, amigo, gentil, não vale porque isso ela não dá valor, comecei a me sentir mal, e após mas uma discussão pelo watssap que iniciou com ela falando e eu pedindo para parar, eu não respondi mais, pois estava me deixando pior no meu ambiente de trabalho. Eu já tentei de tudo, engolir meu ego, não pensar em quem erra ou acerta mas dar o primeiro passo, já saí de casa para fazer o dia dela ser especial, porque o clima não estava bom e não importava para mim quem tinha errado, para mim o importante era o amor prevalecer sempre. Não sei como farei para que possamos fazer isso juntos, já propus isso a ela algumas semanas atrás e ela diz que não funciona assim. Pois tudo tem que ser do jeito dela. Eu preciso aceitar ela do jeito que ela é, e ponto final, já eu apenas por ser sensível preciso mudar. Me ajudem a achar uma melhor forma, porque se não, a saída é o término.

    • Oi, Giuliano! Olha, se vc colocou “a mão na consciência” e descobriu que faz de tudo para dar certo, se empenha, é amoroso, flexível, humilde a ponto de ter a iniciativa de fazer as pazes embora tenha sido sua companheira que errou, o problema não está em vc, está nela. Tente fazer uma terapia de casal, quem sabe ela acorda, enxergue seus erros e mude… Se a terapia não funcionar, eu sugiro que vc siga seu caminho e encontre alguém mais consciente, que mesmo com defeitos, os reconheça e os minimize dia após dia. Eu acho que quando a gente ama, temos que tentar de tudo para dar certo, porém se vc tentou e viu que não deu, acorda e siga outro caminho pq a vida é curta demais para vivermos infelizes. Eu vou tentar terapia e espero que dê certo, se não der, vou pensar em mim primeiro, vou fazer o que ele faz atualmente. Que seja como Deus quiser pq se for do nosso jeito, temos mais chances de errar. Fé!

  6. Estou casada ha 15 anos, recentemente senti meu marido estranho, fomos conversar e ele resolver sair de casa para darmos um tempo, ele disse que nao me ama mais como amava e como eu deveria ser amada, que me admira, me deseja etc mas q nao ama. Que acha q eu virei uma amiga pq gosta muito de mim, esta sendo muito dificil eu estou dando o tempo q ele precisa, nao ligo, nao mando mensagens.
    Mas fiquei sabendo pela minha sogra que ele esta sofrendo e chorando muito, por isso nao entendo se ele nao me ama pq esta sofrendo. Temos 2 filhos que ainda nao sabem, falamos q ele esta viajando a trabalho, pq ele viaja muito mesmo. No final do ano passado ele ficou sabaendo q seu pai nao é seu pai biológico que o pai dele é outro, uma pessoa q ele detestava qdo era criança. Acho q isso mexeu muito com ele. Sempre fomos muito cumplices, amigos, bom amantes e sempre nos respeitamos, nao consigo entender o que aconteceu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui