Abuso ou agressão verbal ou apenas uma briga comum? Entenda a diferença entre os dois casos

O abuso ou agressão verbal vai além de gritos ou de uma forma grosseira de falar e por isso pode ser difícil de identifica-lo. Para te ajudar a entender as diferenças entre os dois casos, clique e confira no Blog do FalaFreud algumas maneiras de diferenciar uma relação abusiva de uma briga comum.

Entenda a diferença entre abuso ou agressão verbal e uma briga comum e identifique qual é o seu caso

Brigas acontecem em qualquer relacionamento e não há nada de anormal nisso. Porém, se durante um conflito, houver insultos, xingamentos e humilhação, isto pode caracterizar uma relação com abuso ou agressão verbal.

O abuso ou agressão verbal vai além de gritos ou de uma forma grosseira de falar e por isso pode ser difícil de identifica-lo. Para te ajudar a entender as diferenças entre os dois casos, preparamos algumas maneiras de diferenciar uma relação abusiva de uma briga comum.

Mas afinal, o que é abuso verbal?

Abuso ou agressão verbal, como o nome já diz, é o uso de palavras para controlar e ferir alguém. Alguns tipos de abuso verbal são mais evidentes, como o uso de palavrões ou gritos, mas muitas das atitudes são escondidas, e, portanto, menos reconhecíveis. Mas então como diferenciar o que é ou não normal?

Veja como saber se os comentários do seu parceiro são parte de um argumento saudável ou verbalmente abusivo.

  •  Os argumentos são indesejados. Não se trata de uma conversa saudável, mas sim um ataque
  •  Um dos parceiros usa a linguagem para dominar o outro
  • Os comentários são prejudiciais e destinam-se a prejudicar a auto-estima, a confiança ou o senso de realidade da vítima.
  • São contínuos, isto é, os abusos verbais são muito frequentes.

Formas de abuso ou agressão verbal

É importante lembrar antes de tudo, que não existe uma fórmula específica para descobrir se algo é abusivo. Mas todos nós temos aquela voz interna que nos diz quando algo não parece certo. Escute esta voz interior! Se o comportamento do seu parceiro se encaixa em qualquer um dos padrões abaixo, as brigas podem não ser apenas um conflito “normal”.

Manipulação psicológica

Conhecida como Gaslighting, esta é uma forma de manipulação psicológica na qual o abusador distorce as informações ou as inventa para manipular a vítima, que acaba duvidando de sua própria percepção e sanidade. Nesses casos, o agressor pode fazer com que a vítima duvide de coisas que de fato aconteceram, alegando que aquilo nunca aconteceu.

  1. Ameaças e intimidação

As ameaças e intimidações podem ser mais fáceis de serem percebidas e a vítima deve ficar muito atenta a este tipo de comportamento do parceiro.

Se seu parceiro ameaçar você com violência física, humilhação pública (Exemplo: “Eu direi a todos que você fez tal coisa”), ou ameaçar machucar pessoas ao seu redor, é hora de procurar ajuda. Ameaças emocionais podem ser igualmente prejudiciais.

  1. Destruição da autoestima

É comum em casos de abusos verbais, que o abusador tente acabar com a autoestima da vítima. Ex.: O agressor pode dizer que a vítima só recebeu uma promoção no trabalho porque o chefe a acha bonita ou falar que tudo que ela faz está errado. Eles podem ainda banalizar os sentimentos da pessoa, chamando-a de “muito sensíveis” ou dizendo que ela está exagerando.

Não tenha vergonha de pedir ajuda

Se você se identificou com alguns dos tópicos acima e vive isso de alguma forma na sua relação, não tenha medo de pedir ajuda. Um terapeuta poderá te dar força e motivação para enfrentar essa situação.

Lembre-se, todo mundo merece ser respeitado e valorizado pelo que é, e se de alguma forma seu parceiro está sendo desrespeitoso com você ou está tentando te colocar para baixo, é hora de sair desta relação.

Fonte: https://www.talkspace.com/blog/2018/03/is-it-a-normal-fight-or-verbal-abuse-heres-how-to-tell/#more-9220

Gostou deste conteúdo e quer ler mais sobre DiagnósticosDicas Para Saúde Mental, RelacionamentosTerapia ? Acesse o Blog do FalaFreud e leia nosso conteúdo feito por nossos especialistas para você !

5 sinais de que você está em um relacionamento saudável

Relacionar-se pode ser uma das melhores coisas da vida, mas também uma das mais complicadas. Não existe uma fórmula certa para o sucesso de um relacionamento, mas existem alguns indícios de que vocês estão no caminho certo para um relacionamento saudável. Confira no Blog do FalaFreud !

Relacionar-se pode ser uma das melhores coisas da vida, mas também uma das mais complicadas. É compartilhar, descobrir, ceder, respeitar a individualidade do outro, entre outros aprendizados. Por isso, para que uma relação seja saudável é necessário que os dois estejam comprometidos e dispostos a fazer dar certo.

Não existe uma fórmula certa para o sucesso de um relacionamento, mas existem alguns indícios de que vocês estão no caminho certo para um relacionamento saudável e maduro. Confira !

Como ter um relacionamento saudável

1.Você não tem medo de falar

É fácil apontar as coisas que você não gosta que seu parceiro faça – talvez ele não ligue para você com a frequência que você gostaria, por exemplo, ou não ajude nas tarefas de casa. Mas pode não ser tão simples falar para ele como você se sente com essas atitudes dele. Isso exigirá de você autoconfiança, força e segurança para se abrir. Mas lembre-se que em um relacionamento saudável, você deve se sentir confortável o suficiente para se abrir com seu parceiro.

  1. Você conhece a forma com que seu parceiro se relaciona

Para ter relacionamento saudável, é preciso entender que as pessoas expressam e recebem o amor de formas diferentes. Quando o casal não entende corretamente a forma de cada um se relacionar, a comunicação pode ser afetada, impedindo que se sintam amados, aceitos e valorizados.

Em um relacionamento saudável, você aproveita para aprender a “linguagem” um do outro, para que possa expressar seu amor de uma maneira que funcione para ambos.

  1. Vocês se incentivam a correr atrás dos seus objetivos

Muitas pessoas têm um sonho ou uma forma como imaginam que vai ser a vida no futuro e é bem legal quando o parceiro incentiva o outro a correr atrás desses sonhos. Às vezes pode acontecer dos sonhos de vocês serem diferentes, mas é preciso honrar e incentivar o outro a atingir suas metas ainda assim.

  1. Você se conhece e se sente bem com você mesmo

Quando você está em um relacionamento, é crucial conhecer seus pontos fortes e fracos, saber aquilo que você gosta e o que te faz mal. Estar ciente disso poderá te ajudar a ter mais autoconhecimento e consequentemente lidar melhor com o outro.

  1. Você se sente feliz e tem o apoio do parceiro

Se mesmo depois de algum tempo de relacionamento, vocês continuam sentindo vontade de estar juntos, se sentem amados e respeitados na relação, este é um ótimo sinal. Se você sentir alguma tensão ou falta de apoio, converse com seu parceiro e veja como podem melhorar a relação juntos. Não se esqueça: a comunicação é a chave de tudo.

Fonte: https://www.everydayhealth.com/sexual-health/signs-youre-healthy-relationship/

Gostou deste conteúdo e quer ler mais sobre Dicas Para Saúde Mental, RelacionamentosTerapia ? Acesse o Blog do FalaFreud e leia nosso conteúdo feito por nossos especialistas para você !

Como saber se o seu relacionamento acabou

Veja 5 perguntas que você deve fazer antes de terminar

Terminar um namoro pode ser muito doloroso. Além do turbilhão de sentimentos que vem à tona, às vezes ainda há uma dúvida se o relacionamento está apenas passando por uma fase difícil ou se ele realmente chegou ao fim. Para te ajudar neste momento angustiante, selecionamos algumas perguntas que vão te ajudar a perceber se você está mesmo pronto para seguir em frente. Continue lendo “Como saber se o seu relacionamento acabou”