Saiba o que é psicologia organizacional e do trabalho

A psicologia relacionada ao trabalho surgiu quando se percebeu a necessidade de melhorar o ambiente organizacional, na época da Segunda Guerra Mundial.

Com o tempo, a psicologia industrial foi se desenvolvendo e hoje existem diversas abordagens que procuram realizar treinamentos, avaliações de desempenho e melhorar o quesito liderança dentro das empresas.

Hoje em dia, por conta do crescimento da psicologia industrial e da importância da mesma para o desenvolvimento das organizações, essa passou a ser chamada de Psicologia Organizacional e do Trabalho.

Por isso, muitas vezes a psicologia organizacional e a psicologia do trabalho são tidas como sinônimos, mesmo existindo diversas diferenças entre elas.

Para te ajudar a entender mais sobre essas distinções, listamos diversos fatores que diferenciam essas duas abordagens da psicologia. Então confira o nosso post e saiba mais!

O que é psicologia organizacional?

A psicologia organizacional está estreitamente vinculada às empresas, afinal essa abordagem procura melhorar o funcionamento dos diversos setores existentes dentro de uma organização, e também desenvolver os seus recursos humanos.

Desta forma, a psicologia organizacional atua durante o recrutamento e seleção de novos colaboradores, no treinamento e desenvolvimento de habilidades dos funcionários e até mesmo na descrição dos cargos e das atividades que devem ser desempenhadas.

Essa psicologia é extremamente importante, para que a empresa possa organizar os seus parâmetros de trabalhos e assim obter melhores resultados.

O que é psicologia do trabalho?

Já a psicologia do trabalho não é somente direcionada a empresas, pois essa abordagem estuda a relação do homem com o seu ambiente ocupacional, seja ele qual for.

Essa psicologia está voltada para a motivação e satisfação dos colaboradores, a saúde e segurança dentro do ambiente de trabalho, o desenvolvimento da liderança e principalmente o comportamento humano.

Principais diferenças entre psicologia organizacional e psicologia do trabalho

Por mais que esses dois tipos de psicologia sejam parecidos e trabalhem juntos na prática, há diversas distinções entre os mesmos.

Afinal, a psicologia organizacional procura desenvolver os recursos humanos e provocar melhorias nos setores empresariais, através do desenvolvimento de processos seletivos e da realização de treinamentos para os colaboradores.

Enquanto a psicologia do trabalho possui outros objetivos, como estudar a relação do homem com o seu ambiente com o intuito de melhorar as relações interpessoais e o bem-estar dos trabalhadores, além de garantir que as medidas de segurança e saúde estejam sendo seguidas no seu local de trabalho.

Qual a importância do psicólogo dentro do ambiente de trabalho?

A psicologia é uma ferramenta que deve ser utilizada dentro da organização para proporcionar melhorias na qualidade do trabalho de todos, desde colaboradores do nível estratégico até os de nível operacional.

Isso porque a psicologia provoca melhorias nos relacionamentos interpessoais, e estuda o comportamento humano de forma a desenvolver meios que possam motivar e satisfazer as pessoas no seu ambiente de trabalho, com o intuito de aumentar a sua sensação de bem-estar, e também a sua produtividade.

Então, percebeu a importância de ter um psicólogo dentro de uma organização, ou de qualquer outro ambiente de trabalho? Saiba que esse profissional é o responsável por tornar o clima organizacional mais agradável para todos quanto também desenvolver e aumentar a produtividade e a qualidade de vida nas empresas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *