O que o ursinho Pooh pode nos mostrar sobre os transtornos mentais?

Em algum momento, seja na infância ou na vida adulta, você já escutou falar do Ursinho Pooh. Inspirado nas obras de Alan Alexander Milne, recentemente o desenho animado tem chamado a atenção do público por um motivo: transtornos mentais.

Um estudo feito pelos pesquisadores na Universidade de Ave (Canadá), mostrou indícios de que cada personagem da animação representa um tipo de transtorno mental.

Apesar de não saber ao certo se essa era a intenção do autor do desenho, vale a pena conhecer melhor esse assunto e a relação que ele tem com a saúde mental. Basicamente, a animação conta com seis personagens principais e falaremos deles, logo a seguir:

Leitão

  • De acordo com o estudo, Leitão é o personagem que representa o transtorno de ansiedade generalizada. Qualquer coisa que possa acontecer, é motivo de alarde e de um comportamento constantemente ansioso. Além disso, ele se assusta fácil com barulhos diferentes e movimentos repentinos.

Bisonho

  • Por outro lado, Bisonho é o personagem que mais demonstra um olhar triste e negativo para a vida. Ele tem depressão, um transtorno mental que dificulta o sentido de emoções positivas como, por exemplo: entusiasmo.
  • Conhecida como distimia crônica, a depressão severa permite que Bisonho fique num estado de mau-humor contínuo. Assim, o desenho mostra que o bichinho chega ao ponto de se sentir confortável com essa tristeza.

Tigrão

  • Outro integrante de Ursinho Pooh é o Tigrão, que ressalta os traços de déficit de atenção e hiperatividade. No tigre é possível notar que ele não consegue ficar parado por muito tempo, mesmo quando precisa descansar.
  • Além disso, você consegue perceber que Tigrão apresenta um transtorno bipolar, o que altera seu humor de muito triste para super alegre em instantes. O personagem também conta com um controle impulsivo.

Abel

  • Organização é o que Abel mais preza em seu dia a dia. Contudo, essa condição marcante se chama transtorno obsessivo compulsivo. Não importa se em algum momento essa atitude incomodar seus amigos, ele vai sempre estar colocando alguma coisa em ordem.
  • Para gastar essa energia, Abel utiliza o tempo para controlar tudo o que está em sua volta. Seja para contar ou recontar, ele sempre está fazendo alguma coisa.

Corujão

  • A coruja que integra o universo de Ursinho Pooh representa dislexia. Isso se torna claro porque Corujão é o único animal da equipe de amigos que sabe ler e escrever.
  • Mostra como as pessoas com esse transtorno mental podem ser muito inteligentes. Contudo, apresentam lentidão e cometem erros na hora de falar ou escrever algo.

Cristovão

  • O ser humano que compõe o elenco principal de Ursinho Pooh é uma criança que tem esquizofrenia. Ele pode ver todos os animais e conversar com eles. Na verdade, acredita-se que todos são frutos da imaginação de Cristovão e representam uma manifestação de seu próprio humor.

Pooh

  • O personagem que dá o nome da animação ama comer mel constantemente. Isso pode indicar que ele tenha transtorno alimentar, déficit de atenção e hiperatividade ou TDAH. Este último é identificado por seus esquecimentos rotineiros, pensamentos desordenados e observações sem sentido completo.

Guru

  • Por fim, o pequeno canguru destaca seus sinais de autismo. Ao longo dos episódios, é normal vê-lo não prestar atenção nos recados de sua mãe e nem no que está acontecendo ao redor. Isso o faz cair em situações perigosas muitas vezes.

A importância de entender os transtornos mentais e tratá-los

Os transtornos citados são conhecidos por serem doenças mentais e distúrbios psiquiátricos, diagnosticados com a ajuda de um psicólogo ou psiquiatra.

Essas condições podem acarretar anormalidades, comportamentos que causam sofrimento e até incapacidade de ter um dia mais saudável e equilibrado. Dessa forma, é essencial buscar um tratamento psicológico caso você tenha alguns desses transtornos ou se identificou com as características de alguns.

Psicopata e Sociopata: quais as diferenças e características?

Filmes, séries e documentários estão recheados de histórias que trazem personagens com traços de psicopatia ou sociopatia. Apesar da ficção tratar de forma constante essas pessoas, não se deve esquecer que elas realmente existem.

A questão é que muitas vezes você pode confundir uma coisa com a outra. Contudo, isso é normal porque os dois compartilham características relacionadas a transtorno de personalidade antissocial.

Além disso, alguns dos primeiros sinais dessa condição podem ser o egocentrismo, falta de empatia, hostilidade, espírito de manipulação e impulsividade. Mas vale ressaltar que a psicopatia é uma forma muito mais severa da sociopatia.

Portanto, sociopatas não são necessariamente psicopatas. Entretanto, todo psicopata é um sociopata. Acompanhe o texto para ver mais diferenças entre os dois tipos.

Falta de consciência

A principal característica que diferencia o sociopata do psicopata. Enquanto o primeiro é capaz de sentir remorso e culpa, o segundo não. Ele se isenta de qualquer sentimento desse nível.

Manipulação do psicopata

O poder da manipulação é um dos pontos-chave para os psicopatas serem extremamente charmosos e carismáticos. Calculistas a todo momento, eles também conseguem manter o controle emocional e físico. Isso dá a oportunidade deles manterem um comportamento aparentemente equilibrado.

Na contramão, os sociopatas não são organizados e propensos a cometer crimes

espontaneamente. Ou seja, neste ângulo, eles se tornam um pouco mais “normais em comparação com os psicopatas.

Construção de relacionamento dos sociopatas

Outro ponto para avaliar é que sociopatas têm a capacidade de construir ligações emocionais profundas: fazer amizades, ter família. Já o psicopata é incapaz de realizar o mesmo, devido à falta de empatia.

O cérebro do psicopata

Diferente de outros indivíduos, o cérebro de um psicopata age de forma singular. Isso se torna claro na seguinte situação: quando as pessoas “normais” encontram violência, a frequência cardíaca aumenta e suas mãos começam a suar.

Enquanto isso, o psicopata tem a reação oposta, pois ele fica mais calmo. Essa característica auxilia no envolvimento a comportamentos de risco e também criminosos, já que eles não têm medo das consequências de seus atos.

Ajuda profissional

Felizmente, há tratamento para transtorno de personalidade antissocial. O ideal é buscar a ajuda certa para as necessidades de cada um. Aqui no FalaFreud, você pode conversar com um dos psicólogos disponíveis, sem sair de casa e na hora que preferir.

Com a terapia online é possível investir num tratamento seguro e simples. Basta entrar em contato com os psicólogos e iniciar o seu acompanhamento.

Rivotril: conheça sua função e efeitos colaterais

Popularmente conhecido como Rivotril, o Clonazepam é um medicamento que foi criado para ajudar no tratamento de transtornos psicológicos, neurológicos, ansiedade e crises epilépticas.

Ao proporcionar um relaxamento muscular e tranquilizante, muitas pessoas buscam nele uma forma de resolver algumas condições físicas ou mentais. Mas será que realmente o Rivotril serve para os seus propósitos individuais?

Continue lendo “Rivotril: conheça sua função e efeitos colaterais”

Psicose: conheça os tipos, sintomas e tratamento

Alucinações, delírios e pensamentos confusos são apenas alguns dos sintomas que a Psicose pode causar no ser humano. Este nome se refere a um estado mental patológico, caracterizado pela perda de contato da pessoa com a realidade que, por consequência, começa a apresentar um comportamento antissocial.

Entretanto, um dos principais erros ao estudar essa condição é confundi-la com a Psicopatia. Esta já é conhecida como uma desordem muito mais grave e que não possui tratamento. Além disso, ela se diferencia do tema central deste texto porque seus efeitos recaem nos traços de personalidades.

Mas será que você sabe identificar de maneira correta como a Psicose pode afetar sua vida? A seguir, confira suas causas, efeitos, além do tratamento indicado para essa situação.

Continue lendo “Psicose: conheça os tipos, sintomas e tratamento”

Saiba como as redes sociais e os problemas psicológicos estão relacionados

Os brasileiros são campeões mundiais em tempo conectados à internet, são 650 horas gastas por mês em média. Mas isso pode não ser um bom sinal, estudos que estão sendo feitos no mundo todo começam a revelar que a utilização constante das redes sociais está relacionada a problemas de saúde mental. Para saber mais sobre o assunto continue lendo nossa matéria!

Continue lendo “Saiba como as redes sociais e os problemas psicológicos estão relacionados”

Como tratar a anorexia?

Você conhece pessoas que já são bastante magras e possuem comportamentos e atitudes que induzem à perda de peso? É possível que elas sofram de algum tipo de distúrbio alimentar, como a anorexia

Isso porque as pessoas que possuem esses problemas têm uma visão distorcida da sua própria imagem e a percebem como acima do peso, por isso, elas procuram realizar procedimentos com o intuito de diminuir o peso e emagrecer

Esse distúrbio alimentar pode gerar diversos outros problemas e deve ser tratado. Para saber como tratar essa doença, continue lendo este artigo! 

Continue lendo “Como tratar a anorexia?”

Saiba tudo sobre transtorno de personalidade antissocial

Você já conheceu alguma pessoa que se relaciona com as outras com o intuito de explorá-las? Essas atitudes disfuncionais podem ser geradas por diversos problemas, como é o caso do transtorno de personalidade antissocial.

Normalmente as pessoas que apresentam esse transtorno não conseguem distinguir entre o certo e o errado e não têm empatia com o próximo, deixando de lado os sentimentos e direitos da outra pessoa.

A boa notícia é que esse problema pode ser tratado com a ajuda de terapia. Para saber mais informações sobre o transtorno de personalidade antissocial, e como tratá-lo, continue acompanhando o nosso post! 

Continue lendo “Saiba tudo sobre transtorno de personalidade antissocial”

Síndrome de Tourette: o que é e como tratar?

Você conhece alguma criança ou adulto que tenha tiques, sejam vocais ou motores, que persistem por muito tempo ou que ocorrem com muita frequência? Isso afeta o dia a dia da pessoa causando efeitos indesejáveis? É possível que esse indivíduo se encontre com um transtorno bastante comum: a Síndrome de Tourette.

As pessoas que possuem esse distúrbio neuropsiquiátrico devem ser tratadas já que esse problema pode desencadear doenças psíquicas ainda mais sérias. O ideal é procurar ajuda de médicos e psicólogos especializados.

Veja a seguir quais são os sintomas e os métodos de tratamento para controlar esse problema!

Continue lendo “Síndrome de Tourette: o que é e como tratar?”

Doenças psicológicas no trabalho: Como tratar?

Os transtornos mentais gerados por problemas no trabalho estão cada vez mais comuns nos dias atuais. Isso porque as jornadas de trabalho se encontram bastante exaustivas, além de serem comuns os relatos de assédio entre empregados e empresários.

É necessário utilizar métodos preventivos em relação ao desenvolvimento de problemas de saúde mental, já que os transtornos mentais podem diminuir a produtividade e a qualidade do trabalho do colaborador.

Então que tal formar um ambiente de trabalho que possa ajudar e motivar o colaborador melhorando a sua qualidade de vida? Para te ajudar a entender melhor a respeito desse assunto, falaremos sobre isso neste post. Confira!

Continue lendo “Doenças psicológicas no trabalho: Como tratar?”

Bulimia: o que é e quais os sintomas?

Você já sofreu com o tamanho do seu peso e realizou dietas rigorosas ou provocou vômito para tentar emagrecer? É possível que você esteja com um distúrbio alimentar bastante recorrente: a bulimia.

Esse problema é mais comum do que imaginamos e normalmente se desenvolve em mulheres por conta da pressão social em manter o corpo magro. Por isso, elas buscam a qualquer custo ter esse tipo de estrutura corporal mesmo que seja através de métodos que possam provocar malefícios e sérios problemas ao organismo.

Se você deseja saber mais informações em relação a esse problema, confira a nossa matéria de hoje, pois explicaremos tudo sobre o distúrbio alimentar chamado bulimia! 

Continue lendo “Bulimia: o que é e quais os sintomas?”