Sertralina: o que é e quais patologias podem ser tratadas

Medicamentos antidepressivos podem ajudar muitas pessoas que possuem patologias psíquicas e a Sertralina é uma delas. Entenda nesta matéria quais doenças ele ajuda a tratar, quais seus efeitos colaterais e como ela deve ser vendida. 

Para que serve?

A sertralina é um inibidor seletivo da recaptação da serotonina (ISRS), ou seja, um tipo de antidepressivo. Ela pode ser utilizada para o tratamento de ataques de pânico, depressão, ansiedade e casos graves de síndrome pré-menstrual. 

Ela atua diretamente para restaurar o equilíbrio do hormônio da felicidade, a serotonina. Seus principais efeitos são:

  • Mais energia;
  • Melhora o humor;
  • Melhorar a qualidade do sono; 
  • Diminuição do medo;
  • Controla a ansiedade e etc..

Como deve ser consumida

Esse medicamento só pode ser comprado com indicação médica, por isso, o primeiro passo se você se sente depressivo ou ansioso é a busca de um profissional que poderá te indicar tratamentos. 

Se receitado, ele pode ser tomado por crianças a partir de 6 anos, geralmente em doses iniciais de 25 mg por dia. Em adultos essa dose aumenta para 50 mg por dia. Lembrando que cada caso é um caso e apenas seu médico poderá indicar a dose correta para o seu problema. 

O remédio também deve ser consumido, de preferência, nos mesmos horários. 

Efeitos colaterais

Esse medicamento é conhecido por ter efeitos colaterais bem menores que os outros antidepressivos, mas, ainda assim, algumas pessoas podem reagir mal ao medicamento. Geralmente isso não acontece e se acontece é normal que conforme a pessoa vai se acostumando ao medicamento ele vai passando.

Os principais efeitos colaterais são:

  • Dores de cabeça;
  • Diarreia;
  • Tontura;
  • Boca seca;
  • Sonolência.

Em casos mais extremos esses efeitos pode ser piores, mas isso não é recorrente, geralmente afeta 1 em casa 100 pessoas. São eles:

  • Tontura forte ou desmaio;
  • Sangramentos que duram mais de 10 minutos;
  • Fraqueza;
  • Convulsões; 
  • Falta de memória; 
  • Tossir sangue;
  • Hematomas sem motivos;
  • Pele amarelada e etc..

Se algum desses efeitos foram detectados pelo paciente, o médico deve ser acionado o mais rápido possível. 

Contraindicações  

Esse medicamento deve ser prescrito por um médico, mas algumas pessoas não podem tomá-lo, principalmente aquelas que possuem alergia ou hipersensibilidade aos componentes da fórmula da sertralina. 

Durante a gravidez o médico deve ser informado, apesar dos riscos serem quase nulos ao feto. Se você engravidou durante o tratamento, não deixe de tomá-lo, mas procure seu médico para que ele faça a indicação correta. 

Pessoas que possuem históricos de glaucoma e diabetes ou algum problema cardíaco devem verificar com seu médico como consumir o medicamento. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui