Como utilizar a meditação para dormir?

Você já tentou praticar a meditação como uma maneira de melhorar a qualidade do seu sono? Se ainda não, provavelmente você não sabe os benefícios que essa técnica pode trazer para o seu dia a dia. 

Em linhas gerais, as formas de meditação auxiliam a criar condições internas favoráveis para uma noite verdadeiramente calma, independente de uma semana complicada ou se a sua mente está agitada por muito tempo. 

Além disso, essa prática tem como principal objetivo acalmar e silenciar a mente de cada indivíduo. Ou seja, se ela se tornar um hábito, é possível nos desligarmos dos problemas, anseios e aflições que se colocam em nossa vida e que já fazem parte do cotidiano.

O que acontece quando se pratica a meditação?

Como essa técnica tem a intenção de aquietar ou focar a mente, ela também consegue criar mudanças fisiológicas semelhantes àquelas que ocorrem no corpo durante as primeiras fases do sono. Exemplos disso são: pressão arterial cai e os hormônios do estresse se dissolvem.

Porém, o ato de meditar pode ser um desafio para quem deseja iniciar essa jornada. Sendo assim, é importante manter a paciência e persistir bastante durante as primeiras tentativas. 

O ideal é iniciar esse processo com apenas alguns minutos antes de dormir. Dessa forma, mais para frente, você já consegue fazer isso com mais habilidade, alcançando de 15 ou 20 minutos por dia.

Estilos de meditação para dormir

Mas para que você possa dar os primeiros passos nessa prática, vale destacar que existem estilos diferentes de meditação. São eles que vão ajudar você a se desligar dos estímulos externos e adormecer. 

Vale a pena conhecer essas alternativas e avaliar qual funciona melhor para o seu perfil:

Mindfulness

Conhecido também pelo nome de Atenção plena, o Mindfulness é uma técnica bem simples, mas que ao mesmo tempo não deixa de ser eficaz. Nesse estilo, a proposta é voltar sua concentração para o corpo que pode estar relaxado e em posição confortável na sua cama.

O recomendado é que o colchão seja firme e não muito macio. O mesmo vale para o travesseiro. Portanto, depois de notar esses itens, você pode proceder da seguinte forma:

  • Escolha um lugar tranquilo e preste atenção à sua respiração;
  • Quando sua atenção não estiver voltada para a meditação, retorne para o momento presente;
  • Só de respirar profundamente por 5 minutos, você já perceberá um estado de total relaxamento;
  • Perceba a sensação do contato do seu corpo com superfície embaixo de você.

Meditação de concentração

Já neste caso de meditação, você precisa se concentrar em algo específico para obter sucesso. Pode, por exemplo: observar sua respiração ou repetir o mantra em voz alta, como “eu estou em paz”, ou então visualizar algum objeto em sua mente. 

Uma dica para quem optar por esse estilo, é sempre manter esse ponto de foco, já que ele se torna extremamente útil para acalmar a mente e relaxar por completo.

Meditação guiada

Por outro lado, a meditação guiada exige a companhia de outra pessoa presente no momento da prática. Basicamente, a ideia é que você possa ouvir outro indivíduo que o conduz através desse processo. 

Um instrutor ou um áudio-guia, por exemplo, podem orientar o praticante para relaxar os dedos dos pés, depois as pernas e assim por diante. O tempo desse tipo de meditação pode variar de 5 minutos até 1 hora e, muitas pessoas a utilizam para conseguir aliviar a ansiedade.

Como você pode começar?

Se você sentir dificuldades ou percebeu que precisa de uma orientação antes de começar a meditação, o indicado é procurar ajuda profissional. A terapia pode ser uma dessas opções, pois o psicólogo ajuda o paciente a encontrar a melhor técnica para suas necessidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui