Como se livrar de pensamentos obsessivos

Pensamentos obsessivos: veja como se livrar deles
Você sabe o que são pensamentos obsessivos? Entenda porque isso acontece e como evitar que continue ocorrendo.

Os pensamentos obsessivos são aqueles que surgem em nossa mente e insistem em continuar, mesmo quando não queremos que eles apareçam. Normalmente, são pensamentos negativos, repetitivos e indesejados e surgem em forma de preocupações, medos, ou pensamentos ruins.

Entre os exemplos de pensamentos obsessivos vemos:
  • Medo de ficar doente ou que isso aconteça com algum amigo ou familiar
  •  Medo de contrair alguma doença
  • Achar que as coisas estão sempre desorganizadas e ter uma necessidade obsessiva de organização e simetria
  • Preocupação excessiva com pequenas coisas (como trancar a porta, desligar o forno,…)

Esses pensamentos podem atrapalhar a rotina do indivíduo, além de gerar muita ansiedade e angústias. Pensando nisso, preparamos uma matéria sobre o que fazer para acabar com os pensamentos obsessivos.

1. Não tente evitar os pensamentos 

Geralmente, quando os pensamentos intrusivos aparecem, nosso primeiro instinto é sentir algum nível de desconforto. Logo em seguida tentamos banir as visões indesejadas. Esta é a natureza humana: quando algo é ruim, evitamos. O fogão está quente, então não tocamos nele. Simples, certo? Porém, com o pensamento obsessivo é diferente.

Quando tentamos evitar um pensamento em um estado obsessivo, o cérebro continua nos lembrando sobre o pensamento indesejado, para que não nos esqueçamos de parar de pensar nele. É o mesmo princípio básico por trás de quando alguém te diz para não pensar em algo – como, por exemplo, um elefante rosa – nosso próximo pensamento se torna exatamente o que não devemos pensar.

O segredo é que, como todos os pensamentos, o que estamos ruminando não tem significado por si só. Isto é, se você parar de dar importância a esse pensamento, ele diminuirá a frequência até deixar de aparecer. Quando o pensamento aparecer, não dê importância e tenha consciência de que ele é apenas uma construção de sua mente.

2.Dê um nome ao pensamento

Para parar o pensamento obsessivo em sua mente, antes de tudo é necessário identificar esses pensamentos obsessivos, isto é, temos que reconhecer nossos padrões antes de conseguirmos mudá-los.

Quando o pensamento voltar, nomeie-o, entendendo de que forma ele aparece em sua mente. Examine esses pensamentos para entender como eles são acionados e como você está respondendo a eles, ou seja, entenda em que contexto aparece e o que isso significa para você.

Tente identificar a causa por trás dos pensamentos obsessivos para obter alguma perspectiva sobre ele. Se a preocupação, por exemplo, for não receber uma resposta de um amigo ou um possível erro cometido em um teste, pesquise o problema raiz. Isso significa que o problema vai além do que você imagina. Ou seja, se o problema fosse não receber uma mensagem de volta de um amigo, isso poderia significar: “Estou chateado com a forma que meu amigo me tratou da última vez que nos encontramos. Outro exemplo: a ansiedade sobre um teste pode significar: “Tenho medo de fracassar nesta matéria”. Assim, sempre examine as causas por trás do pensamento obsessivo. 

3.Pratique a aceitação

O próximo passo para parar o pensamento obsessivo é a aceitação. Lembre-se de que pensamentos são apenas pensamentos – uma série de neurônios disparando no cérebro, nada mais. À medida que aprendemos a aceitar pensamentos obsessivos, teremos uma chance muito maior de interrompê-los completamente.

Como falamos no item 1, o esforço resultante para evitar ou escapar desses pensamentos acaba aumentando a intensidade que isso acontece, tornando-os cada vez pior.

Portanto, aceitar, em vez de controlar e evitar, é o segredo. Por “aceitação”, não queremos dizer que você deva desistir ou renunciar, mas sim tirar a importância que eles têm em sua vida. Para aceitar pensamentos obsessivos, mantenha sempre sua mente no presente e seja realista sobre o que você faz e o que não tem controle.

Quando você estiver obcecado com o passado ou se preocupando com o futuro, faça a seguinte pergunta: “Posso resolver isso?”. Se a resposta for sim, identifique o que você pode fazer e faça. Se a resposta for não, faça o possível para aceitar o que é.

4.Meditação e Mindfulness

O problema dos pensamentos obsessivos pode estar no desconforto que sentimos por não conseguirmos controla-los, e, para isso, nada melhor do que a meditação. Enquanto você trabalha para desafiar as ruminações, nomeando-as e aceitando-as, usar exercícios de meditação e mindfulness pode te ajudar a acabar com as respostas emocionais negativas.

Mindfulness é o ato de limpar seus pensamentos e focar em como a mente e o corpo se sentem no momento presente. Para isso, a meditação oferece uma série de práticas para nos trazer para o momento presente, o que é um ótimo remédio para a ansiedade.

Quando o pensamento obsessivo entrar em cena, experimente realizar exercícios de respiração profunda, respirando devagar e contando até quatro, prenda a respiração por mais quatro segundos e depois expire para outra contagem de quatro segundos. Além disso, exercícios de aterramento também podem ajudar a quebrar o ciclo de ruminação. Aprecie seu entorno com todos os seus sentidos, identificando, por exemplo, cinco coisas que você vê, ouve, cheira, saboreia. Portanto, esteja presente no momento “agora”.

5.Para obsessões mais graves

O pensamento obsessivo faz parte da natureza humana, contudo, em alguns casos pode ser indicar transtornos mentais. O mais comum trata-se do transtorno obsessivo-compulsivo, porém existe uma série de outros transtornos de ansiedade relacionados. 

Se você está lutando contra pensamentos obsessivos perturbadores e persistentes, procure um terapeuta para facilitar esse processo.

Lembre-se de que nossa mente é um lugar poderoso, e quando conseguimos parar de pensar obsessivamente, aceitando os pensamentos, praticando a meditação e obtendo ajuda da terapia, liberamos espaço para criar algo verdadeiramente surpreendente para nós mesmos.

Gostou do conteúdo e quer ler mais sobre Dicas Para Saúde Mental? Acesse o Blog do FalaFreud e leia nosso conteúdo feito por nossos especialistas para você!

Fonte:https://www.talkspace.com/blog/2018/06/how-to-stop-obsessive-thinking/

comecar terapia

41 comentários em “Como se livrar de pensamentos obsessivos”

  1. Tenho uma obsessão que me aflige a 16 anos . É com relação ao medo de vomitar qnd eu vou comer , se eu pensar que vou vomitar qnd vou comer acaba acontecendo . Tento evitar ao máximo isso acontecer e o medo que vem e apreensão é tão grande que eu fico muito tenso desesperado msm , eu penso que vai acontecer que eu vou vomitar que não vou conseguir controlar esse esse pensamento , meus Deus como isso é forte viu . As vezes qnd eu faço o máximo de esforço até que some da minha mente por uns meses esses pensamentos e tenho períodos de calmaria , mas qnd penso que não , voltam novamente e muito fortes por favor me ajude oq eu devo fazer ? Será que tenho que tomar algum medicamento e consultar um médico psiquiatra ?

  2. Um pensamento terrível me acompanha a anos, tramo meu suicídio, tenho inveja dos suicidas e noite após noite o realizo em minha imaginação.
    A coisa se agravou e os pensamentos se materializaram, sim tornaram formas e ” quase eu podia” ouvi-los.
    Pior ainda, de suicida se tornaram homicidas…
    Estou no início de tratamento com psiquiatra, psicóloga e dizendo 24 h pra mim que eles não tem voz ou poder algum sobre mim.

    1. Meu amigo. Isso não é vc e sim o inimigo.( satanás) colocando esses pensamentos em sua mente. Pense numa coisa Deus ele nos ama. E ele nos deu a sua vida. Então acredito que ele não coloca em nossas mentes esse tipo de pensamentos. E sim de paz . Então expusar esses tipos de pensamentos é primordial. Pra vc ter paz. Amém jesus te ama e eu tbm.

      1. Isso nao tem nada a ver com Deus… isto é um disturbio neurologico ou psiquico que causa TOC ou ansiedade….. o melhor a fazer é continuar o tratamento com psicologo e psiquiatra… leva tempo..
        Se lesse mesmo a Biblia ia entender que o “inimigo” como vcs dizem nao pode saber o que passa na mente e no coraçao de ninguém… essa autoridade nao lhe foi concedida

      2. talvez falte um pouquinho mais de compreensao nessa sua cabecinha limitada…isso nao tem nada a ver com Deus ou religiao…estude um pouquinho mais,mas nao so a biblia😉

        1. Antes uma pessoa como ela que diz coisas positivas na tentativa de ajudar o próximo do que vc que se dá o trabalho de digitar um comentário desnecessário e ofensivo que não constrói nada. O comentário dela tem mais serventia que o teu, sua “Pessoa de mente brilhante”👍🏽 Qual o problema dela falar em Deus? Se vc não sabe mente brilhante, o problema do rapaz pode sim estar relacionado com a manifestação do mal, pessoas se curam de câncer com o auxílio da fé, então pq esse moço não pode se curar de TOC da mesma forma? Pq Deus não pode servir como postal para uma vida melhor?
          Pense nisso mente brilhante👍🏽
          E mais uma coisa, existe um ditado que diz o seguinte: É melhor ficar calado e deixar as pessoas na dúvida se vc é ou não um Idiota, do que abrir a boca e tirar a dúvida deles.
          Se não tem nada de bom pra falar, fica calado..

        2. Me surpreende muito o senhor chama- lá de “cabecinha limitada” sendo que a única pessoa de mente pequena que vejo aqui é o senhor, o mal está por toda parte, satanás se manisfesta de todas as formas, e Deus pode sim auxilia-lá nesse momento, pq não? Qual o problema em se falar de Deus? Mais vale um comentário como o dela onde se tenta ajudar dizendo coisas positivas do que 30 teus que se deu o trabalho de digitar um comentário tão desnecessário e ofensivo, que não ajudou nem constróiu nada!

  3. Tenho muitos pensamentos obsessivos. Geralmente relacionados a minha saúde, tenho medo de ter alguma doença. Com isso, agora comecei com a mania de ficar pensando separadamente em cada parte do meu corpo, pensando se posso fazer alguma coisa para evitar ter uma doença. Faço essa checagem semanalmente, e é angustiante quando eu paro e recomeço. Acho que tenho toc, mas nunca fui a um psicólogo. Tenho muita vergonha de falar sobre isso e minha família não liga muito. Eu sei como isso pode ser terrível, ser prisioneiro do seu próprio pensamento.

    1. Oi, vc procurou ajuda profissional?
      Sou psicóloga e sugiro q procure ajude…informe-se em sua cidade se existem programas gratuitos…ou clínicas-escolas em Psicologia, onde estágiarios do último atendem gratuitamente a comunidade!

    1. Acredito que é um pensamento obsessivo sim. Acho que você deveria procurar um psiquiatra e um psicólogo que trabalhe com Terapia cognitiva ocupacional.

  4. Tenho 40 anos e desde minha adolescência sofro com pensamento “quem sou eu”. Mergulho em pânico. Acontece mais quando estou sozinho e principalmente quando vou tomar banho. Às vezes chego a sair pelado do banheiro.

    1. Oi vc pode perguntar pra Deus orando e lendo a biblia para ele te responder. Pq ele sabe quem vc é e pq ele te criou. Ele tem a resposta pra vc. E se vc estiver disposto a o procura lo ele ira entrar em seu coração e tirar todas as suas dúvidas. Abraços😊

  5. Tenho pensamentos perturbadores, com coisas nojentas (tapuru, feridas abertas…). Logo em seguida não sinto parte do meu corpo, toco no meu rosto e é como se tudo em mim e a minha volta fosse diminuindo de tamanho literalmente e parece que eu estou afundando.

  6. Com 9 anos tive, um dos primeiros pensamentos obsessivos
    Contra meu pai, o mesmo pensamento dizia que era para ele morrer…isso se repetiu algumas vezes mais parou! Eu tinha Mania de sempre abrir e fechar a porta várias e várias vezes quando criança para ter certeza estava fechada..depois disso não tive mais pensamentos, só depois sofri bullyng com 12 a 15 anos sofri muito e tinha pensamentos obsessivos, me humilhando e eu concordava com estes pensamentos e depois me sentia mal…com 16 anos começou me vir pensamentos ruins contra as pessoas, contra minha família, contra eu, contra Deus
    Pensamentos de tragédia, vergonha alheia…blasfêmia contra Deus
    E minha ansiedade tem aumentado muito…nestes últimos tempos e eu vejo os sintomas estão se agravando agora tenho 17 anos

    1. Queria dizer que vc orasse e pedi a Deus para te ajudar. A palavra de Deus fala q ele veio para os doentes e enferemos. E ele jamais lança fora aqueles q se achega até a ele. Eu tbm posso dizer q ele me dar força,pois esse problema tbm acontece comigo mais Deus é a minha força e pensa se vc se senti triste é pq o Espírito Santo de Deus habita em vc. Sabia q ele fica triste pq ele não quer de maneira alguma q vc faça coisas q possa fazer vc se arrepender. Como ferir alguém ou blasfemar.

    2. Meu amor…. tenho um filho com sua idade que passa por isso… chama se TOC…. nao é loucura nao viu…. é um transtorno onde a serotonina contida no cérebro esta diminuida e causa esses pensamentos ruins…. nao acredite nessas bobagens de “isso é coisa do inimigo e bla bla bla”.Isso é um problema mental muito comum e precisa ser cuidado…. a primeira coisa é sentar e contar pros seus pais e depois procurar um psiquiatra por que eles vso te passar uma medicacao que melhora e muito junto com terapia em um psicologo pra lidar com isso…. mas seja rapido…. va logo ao medico

  7. Tenho pensamentos que nao sai da minha cabeça, e sao pensamentos estranhos como: que o mundo e irreal, de que estou vivendo num sonho ou que nao consigo falar e nem ouvir e isso esta me dando medo e sensações estranhas e fico aguniado e ainda tambem tenho ansiedade e tudo isso começou quando eu pesquisei sobre doenças mentais na internet.

    1. Oi despersonalizacao…. a pessoa não percebe, nao tem senso crítico, se a pessoa tem senso que aquilo e estranho e ansiedade gerada por pensamentos intrusivo … não passe informação errada

  8. Tenho pemsamentos ruins com coisas malignas…e eu n quero penasar nisso começou depois que voltei a ir para a igrejae me corroi pensso coisas ruins sobre as pessoas e n quero isso tento pensar em outras coisas ate consigo mais depois o pensamento volta

    1. Isso é recorrente do TOC , os chamados; pensamentos invasivos ou seja vc pensa sem querer e muitas das vezes ele não sai da sua cabeça até chegar o ponto de vc começar a acreditar que é isso que vc quer. Tenha consciência que isso não e vc querendo pensar e sim involuntário. Trato de TOC desde os meus 10 anos, hoje tenho 32 e os pensamentos ainda costumam a aparecer, só que com o tempo aprendi a lidar com eles e não dar importância pois sei que não sou eu que quero pensar aquilo, então costuma sair rápido da mente.
      E não se assuste com os tipos de pensamentos que vem, realmente são pensamentos de pior natureza , os mais podres possíveis a ponto de vc se sentir mal por isso.
      A minha dica é : não fique assustada quando aparecer os pensamentos seja de que natureza for, e coloque na sua mente que não é vc que tá querendo pensar aquilo e sim que invade sua mente de uma maneira aleatória. Jamais se culpe pelos pensamentos, achando que pelo fato de vc estar pensando, vc de alguma maneira está querendo que aquilo aconteça.
      Espero que tenha ajudado.

  9. Há um ano e meio vivi a pior coisa que um ser humano pode vivenciar na vida, um ataque de pânico. Desde então, não sei mais o que é ter uma vida normal.
    Fiz terapia alguns meses, e a terapeuta disse que a pessoa que teve pânico nunca mais consegue viver uma vida normal. Acabei deixando de ir as sessões, tomo um ansiolitico, mas não ajuda em nada.
    Eu tive a crise de pânico pq na época várias mulheres infelizmente perderam seus filhos, inclusive uma cantora gospel, e eu achei que aconteceria o mesmo com o meu filho.
    Tenho sofrido muito com a desgraça desses pensamentos, até parece que eu desejo isso!!! Pensamentos de morte….gente, quase dois anos vivendo isso todos os dias, estou quase desistindo……a dor de olhar para o meu filho e pensar que ele pode ou vai morrer é pertubador.
    Por gentileza, tem alguém que pode me orientar?
    Não aguento mais..

    1. Claro que é possível ter uma vida normal depois de uma crise do pânico. Acredito que vc foi mal orientada. Não desista! Procure outra terapeuta ou psiquiatra. Yoga e atividades físicas também são recomendadas. Procure orientação especializada. Fique com Deus!

  10. Estou fazendo tratamento para o TOC. Exatamente pensamentos de que vou matar alguém(geralmente pessoas próximas), ou de que estou enlouquecendo por conta das reações/sensações que meu corpo mostra, e por ter caso na família de esquizofrenia, então fico muito confuso. Fico disperso perdido nesses pensamentos por muitas vezes.
    Me consultei com uma psiquiatra, estou no tratamento medicamentoso e irei começar a terapia cognitiva comportamental próximo mês.
    Realmente é muito ruim, mas com o início do tratamento você já começa a ter um alívio dos pensamentos obsessivos.
    Dormir bem, praticar exercícios e se alimentar também ajudam no processo.
    Se tiver alguém pra conversar, um irmão ou irmã, um amigo, ajuda nessas horas.
    Estou lendo a bíblia, orando bastante, pedindo a Deus que me cure de tudo isso, mas vem muitas vezes a sensação de que sou indigno, não mereço, que Ele não gosta de mim ou não exista de fato. O que não é verdade. Por mais que seja uma parte muito difícil da vida, Ele talvez permita por depois que isso passar você tenha uma visão diferente da vida.
    Espero do fundo do coração que fiquem bem.
    Fiquem com Deus.

  11. Olá, Há Três Anos atrás venho tendo pensamentos terrivéis,desejando o mal para as pessoas,mal para os bebês que estão dentro da barriga,pensando em fazer coisas horríveis com os meus filhos, pensamentos contra Deus e tudo que é dele mas são pensamentos terríveis e isso por que sou evangélica,eu não aguento mais eu só quero ser normal,eu não quero ser isso,e isso está me matando por que eu não aceito eu não sou essa pessoa eu aceito ser essa pessoa mas já estou cansada eu não aguento mais.

  12. A dias venho tendo pensamentos obsessivos sobre doenças, coisa como derrames, infartos e todas essas coisas, e muitas vezes sinto que tenho sintomas parecidos com dessas doenças, toda hora preciso sentir meus batimentos cardíacos para ter certeza que está tudo bem comigo, e cada dia que passa é muito difícil lidar com isso pois não sei se é algo real ou reflexos psicológicos sobre esses pensamentos.

    1. Graças a Deus encontrei alguém como eu, eu tenho absolutamente os mesmos pensamentos, só que no meu caso a minha mente diz que eu vou morrer ou que vou ter um…. você sabe… Eu fico relutando contra esses pensamentos e já não aguento mais, eu ouvi falar que temos que aceitar esse pensamento é acreditar nele, mas se eu acreditar que eles são verdade como é que vou fazer pra deixar se acreditar que não tô com alguma doença???

  13. Excelente texto, se faz necessário entender que os pensamentos obsessivos e transtornos mentais, também surgem por desequilíbrio nutricional e disbiose do intestino, deixando claro que no intestino existem uma rede de neurônios e que é no intestino que ocorre a absorção de nutrientes essenciais para produção de neurotransmissores e outras substâncias para a boa manutenção do corpo e consequentemente da mente. Pesquisem, se aprofundem… Estou fazendo isso, pois já tomei praticamente todos os anti depressivos existentes e não melhorava, fui para nutrição… tenho intolerância à glúten e lactose, não sabia… anos e anos sendo maltratado por isso, sem nenhum médico diagnóstica, até que decidi investigar isso… tirei ambos e foi uma maravilha… infelizmente já tinha feito um bom estrago no corpo e na mente, mas estou a cada dia melhorando, sem medicamentos, mas cada caso é um caso… apenas acrescento analisar sua nutrição, seus alimentos, carências nutricionais… e ter fé… pois o Altíssimo nos fez perfeitos e nos deu uma prova viva de Seu Amor por nós, Seu Filho… Tenha fé e Deus te mostrará o caminho a seguir… Lutem com a certeza da vitória.

  14. Não aguento mais isso. Desde pequena tenho essas “manias”. Com quatro anos de idade,tudo que eu falava eu tinha que repetir 3x porque senão eu achava que algo ruim iria acontecer.
    Agora,com 25 anos eu REFAÇO literalmente todas as ações do meu dia.
    E o pior é que parece que quando eu não faço, algo ruim realmente acontece

  15. Olá, recentemente passei por uma cirurgia plástica dos meus sonhos e até então eu estava muito bem mentalmente, faço terapia há 2 anos, só que quando se realizou tudo eu fiquei com pensamentos obcecado se tudo tinha acontecido da forma que aconteceu, se eu tivesse esquecido de levar alguma coisa no dia da cirurgia, se eu tinha realmente me operado, como foi que aconteceu X coisa no dia da cirurgia…até então faz 3 meses que me operei e fico pensando nisso aleatoriamente todo dia, já falei disso na terapia, e também tive que procurar uma psiquiatra pra entrar na medição pq isso está me incomodando mt e afetou diretamente no meu humor e ânimo. Posso dizer que melhorou 2% mas ainda acordo e vou dormir pensando continuamente nisso, e quando consigo me distrair no meu dia de repente estou pensando novamente…alguém já passou por isso? O que fez pra melhorar sozinho?

  16. Há um pouco mais 2 anos tive uma grave crise causada por pensamentos obssessivos. Achava q seria capaz de fazer mal a minha com facas, entre outros pensamentos dos piores tipos. Isso me gerou muita ansiedade e eu já estava ficando deprimida. Não queria buscar ajuda psiquiátrica por achar q era médico de loucos o que acabou agravando o quadro e me trazendo pensamentos suicidas pelo fato de querer acabar aquela angustia, dor e sentimento de culpa. Só depois de 5 meses fui ao psiquiatra q introduziu o tratamento medicamento e consegui melhorar. Só depois de 2 anos me sinto curada e ainda tomo medicamento, mas se n tivesse procurado ajuda provavelmente eu tinha feito uma besteira. Pensamento obssessivo dói mais que qualquer dor fisica q ja senti. Se vc ta passando por isso procure ajuda tem tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *