Saiba como tratar e prevenir a compulsão alimentar

Você conhece alguém que se alimenta de maneira compulsiva ou já passou por essa situação? Saiba que existem tratamentos para lidar com esse problema, afinal, na maioria das vezes, isso indica que o paciente se encontra com alguma doença psicológica.

Para te ajudar a entender o que é e quais são os sintomas da compulsão alimentar, hoje fizemos um guia completo sobre o assunto. Portanto, confira e saiba mais!

O que é compulsão alimentar?

Uma pessoa compulsiva é aquela que age exageradamente em relação à algo e não consegue ter autocontrole. Portanto, a compulsão alimentar é um tipo de distúrbio alimentar, em que a pessoa se alimenta em grandes quantidades, mesmo sem estar com fome.

É preciso entender que existem pessoas que, de vez em quando, comem exageradamente, mas isso não quer dizer que se tem compulsão alimentar, afinal, é normal que aconteça em algumas situações especiais, como em festas de aniversário.

Uma pessoa é considerada compulsiva alimentar quando esse exagero se torna rotina e, muitas vezes, vem acompanhado de outros sintomas que podem agravar ainda mais a situação.

Quais são os sintomas da compulsão alimentar?

Esse distúrbio possui alguns sintomas característicos e os mais comuns estão listados abaixo:

  • Ter o hábito de comer mesmo sem estar com fome;
  • Comer rapidamente;
  • Dependência da comida;
  • Tristeza e/ou arrependimento após se alimentar;
  • Ansiedade que leva ao consumo de alimentos em excesso;
  • Comer escondido.

Mas o que leva uma pessoa a se comportar dessa forma?

A compulsão alimentar está, geralmente, associada com o excesso de peso. A insatisfação com o corpo, faz muitas pessoas consumirem alimentos como um meio de fugir da realidade e, consequentemente, as mesmas comem cada vez mais para se sentirem bem momentaneamente.

Porém, isso acaba levando à um ciclo vicioso, em que quanto mais se come, mais ocorre o aumento do peso e mais o indivíduo se sente insatisfeito com o próprio corpo.

Dietas feitas sem acompanhamento profissional adequado, podem levar a esse distúrbio, principalmente se forem muito restritivas. Isso porque as pessoas, quando se submetem à essa delimitação, não conseguem se adequar à dieta e então, sentem muita fome e acabam agindo compulsivamente com os alimentos.

Problemas como baixa autoestima, ansiedade, estresse, traumas e outros problemas emocionais, também podem levar a pessoa a comer demasiadamente como forma de conforto emocional.

Tratamento para compulsão alimentar

O tratamento para a compulsão alimentar, deve ser feito com acompanhamento de nutricionista, psicólogo e médico. O nutricionista irá passar uma dieta adequada para o biótipo de cada pessoa e suas necessidades calóricas. O psicólogo irá trabalhar a mente, ajudar a encontrar as causas que levam à compulsão e então tratá-la.

Já o médico, é importante para avaliar a saúde geral do paciente, já que a alimentação em excesso pode levar à diversos problemas de saúde. Caso seja necessário, o médico poderá passar remédios que ajudem a tratar o que causou tal distúrbio, como por exemplo, o uso de medicamentos para ansiedade ou depressão.

É aconselhável que se faça esportes, dança, musculação ou quaisquer outras atividades físicas, já que estas podem reduzir a depressão, estresse e ansiedade, além de ajudar no controle do peso. Ter hábitos saudáveis é muito importante, pois eles ajudam no tratamento e podem ajudar na prevenção do problema.

comecar terapia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *